14h30 na RÁDIO MIX
Outubro Rosa Blog > Outubro Rosa
Auto exame

Auto exame

De acordo com a Drª. Sheila Sedicias, ginecologista, para fazer corretamente o autoexame da mama é importante fazer a avaliação em 3 momentos diferentes: frente ao espelho, em pé e deitado, seguindo os seguintes passos:

como-fazer-o-autoexame-da-mama_20391_l

1. Como fazer a observação em frente ao espelho
Para se fazer a observação em frente ao espelho deve-se retirar toda a roupa e observar seguindo o seguinte esquema:

Primeiro, observar com os braços caídos;
Depois, levantar os braços e observar as mamas;
Por fim, é aconselhado colocar as mãos apoiadas na bacia, fazendo pressão para observar se existe alguma alteração na superfície da mama.
Durante a observação é importante avaliar o tamanho, forma e cor das mamas, assim como inchaços, abaixamentos, saliências ou rugosidades. Caso existam alterações que não estavam presentes no exame anterior ou existam diferenças entre as mamas é recomendado consultar o ginecologista ou um mastologista.

como-fazer-o-autoexame-da-mama_20392_l

2. Como fazer a palpação de pé
A palpação de pé deve ser feita durante o banho com o corpo molhado e as mãos ensaboadas. Para isso deve-se:

Levantar o braço esquerdo, colocando a mão atrás da cabeça como mostra a imagem 4;
Palpar cuidadosamente a mama esquerda com a mão direita usando os movimentos da imagem 5;
Repetir estes passos para a mama do lado direito.
A palpação deve ser feita com os dedos da mão juntos e esticados em movimentos circulares em toda a mama e de cima para baixo. Depois da palpação da mama, deve-se também pressionar os mamilos suavemente para observar se existe a saída de qualquer líquido.

3. Como fazer a palpação deitado
Para se fazer a palpação deitada deve-se:

Deitar e colocar o braço esquerdo na nuca, como mostra a imagem 4;
Colocar uma almofada ou toalha debaixo do ombro esquerdo para ser mais confortável;
Palpar a mama esquerda com a mão direita, como mostra a imagem 5.
Estes passos devem ser repetidos na mama direita para terminar a avaliação das duas mamas. Caso seja possível sentir alterações que não estavam presentes no exame anterior é recomendado consultar o ginecologista para fazer exames diagnóstico e identificar o problema.